Janela partidária deve aumentar a força do PSD de Kassab no Paraná

O ex-ministro Gilberto Kassab (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O período em que parlamentares podem trocar de partido sem o risco de perder o mandato, chamado de janela partidária, deverá aumentar a força do PSD no Paraná. O partido presidido pelo ex-ministro Gilberto Kassab poderá receber pelo menos cinco deputados estaduais que apoiam a reeleição do governador Ratinho Júnior. A janela partidária vai de 2 de março a 2 de abril.

Quatro deputados estaduais do PSB poderão migrar para a legenda de Kassab e Ratinho Júnior: Luiz Cláudio Romanelli, Alexandre Curi, Artagão Júnior e Jonas Guimarães. Eles devem deixar o PSB caso a cúpula nacional da legenda formalize a formação de uma federação com o PT. Nesse caso, o PSB passaria a integrar a a base de apoio à candidatura do ex-governador Roberto Requião ao governo do Paraná.

O PSD também virou o destino de deputados descontentes com o PSDB, que lançou a candidatura do ex-prefeito de Guarapuava César Silvestri Filho ao governo. Presidente da Assembleia, o deputado Ademar Traiano já anunciou sua filiação ao PSD. Outro tucano que pode assinar a ficha de filiação é o deputado estadual Paulo Litro.

Por Marcos Silva, da equipe do INDEX