Rússia lança maior operação militar na Europa desde a Segunda Guerra

Rússia lançou duas ondas de ataques com mísseis, diz o Comando Militar da Ucrânia (Reprodução/YouTube)

A Rússia lançou a maior operação militar em solo europeu desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, e ataca a Ucrânia por ar, terra e mar, informam as agências internacionais de notícias. O Comando Militar ucraniano anunciou que o ataque “é total” e que nesta manhã o país foi atingido por uma segunda onda de mísseis.

As cidades mais atingidas são a capital Kiev e Kharkiv, que fica perto da fronteira com a Rússia. As tropas russas invadiram o leste da Ucrânia, onde ficam as províncias de Donetsk e Luhansk, que tiveram sua independência reconhecida nesta semana pelo presidente russo, Vladimir Putin. As regiões vêm enfrentando uma guerra civil desde 2014, entre grupos pró-russos e pró-Ocidente.

Segundo a agência russa Sputnik, unidades do exército ucraniano estão deixando suas posições. Na quarta-feira, Putin pediu para os ucranianos entregarem suas armas e ameaçou qualquer nação que tentasse impedir a invasão. O presidente russo disse que a Ucrânia precisa passar por um processo de “desnazificação” e que milícias de extrema direita vêm atuando no país. Putin afirmou que a Ucrânia representa um perigo por ter usinas nucleares do tempo da extinta União Soviética.

Os Estados Unidos e a ONU condenaram a invasão. As Nações Unidas pediram que Putin recue e o presidente norte-americano Joe Biden disse que a Rússia escolheu uma “guerra de perdas catastróficas”.

Com informações das agências internacionais de notícias