Áudio: pastores intermediam liberação de verbas da educação no governinho do Jair

Milton Ribeiro, que ocupa temporariamente o Ministério da Educação (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O jornal Folha de S. Paulo divulgou um áudio em que o cidadão que ocupa temporariamente o Ministério da Educação (MEC), Milton Ribeiro, admite priorizar a liberação de recursos da pasta para prefeituras que negociaram o repasse com dois pastores evangélicos. Isso mesmo, em conversa com prefeitos o ministro da Educação admite que dois pastores viraram lobistas junto ao Ministério. Segundo ele, o pedido foi feito pelo próprio Jair, que alguns ainda consideram presidente.

“Foi um pedido especial que o presidente da República fez para mim sobre a questão do [pastor] Gilmar”, diz o ministro em uma conversa com prefeitos e os dois religiosos. Gilmar Santos comanda a igreja Ministério Cristo para Todos, em Goiânia (GO). O outro citado é o pastor Arilton Moura, secretário da entidade evangélica Convenção Nacional de Igrejas e Ministros de Assembleias de Deus no Brasil Cristo para Todos.

Esse é o critério técnico para a liberação de recursos do Ministério da Educação no desgoverno do Jair: ser amiguinho de dois pastores.

Então é isso: enquanto você não consegue pagar as contas no fim do mês e milhões de brasileiros não têm o que comer, pastores intermediam a liberação de recursos da educação nesse GOVERNINHO DE MERDA. Enquanto as bolsas científicas foram esvaziadas, as universidades enfrentam um estado penúria e cientistas deixam o país, esse é o trato da direita brasileira com o dinheiro público. Dinheiro que deveria ser destinado para, adivinhem, a educação.

Nem vamos perder tempo transcrevendo essa conversa digna de boteco, ouça você mesmo: