Jair ataca a liberdade de expressão e faz campanha antecipada no mesmo dia

O país do Jair não existe (Reprodução/Twitter)

O PL, que agora é o partido do Jair, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra “manifestações políticas” no festival Lollapalooza. É porque todo mundo está mandando o Jair, com transmissão ao vivo para todo o país. O pior na história é que o TSE determinou multa de R$ 50 mil, que ninguém obedeceu.

Trata-se de censura prévia, o que não existe no Brasil. E o país do Jair não existe, nem vai existir.

Enquanto isso, o Jair fazia campanha antecipada com os qualificados do PL, evento que durante a semana passada o próprio Jair chamou de “lançamento da pré-candidatura”, outra coisa que nem existe no Brasil. O PL é um partido tão qualificado que atacou a liberdade de expressão e fez um evento ilegal no mesmo dia, um convescote rastaquera com alta densidade de investigados, condenados e imbecis.

Então temos duas ilegalidades vigentes no Brasil de 27 de março de 2022: CENSURA PRÉVIA (para proteger o Jair) e LANÇAMENTO DE PRÉ-CAMPANHA (para o Jair contar lorota e dizer claramente que será candidato, o que é proibido).

A “liberdade de expressão” que a turma do Jair defende todo mundo sabe qual é.

INDEX