Hipster da Federal morre com tiro na barriga após invadir chácara

Valença e o presidente Jair Bolsonaro (Reprodução/Instagram)

O agente da Polícia Federal (PF) Lucas Soares Valença, de 36 anos, conhecido como Hipster da Federal, foi morto com um tiro na barriga ao tentar invadir uma chácara, informaram os portais de notícias nesta quinta-feira (3). Ele teria tentado invadir uma propriedade rural em Buritinópolis, na região nordeste de Goiás, na noite de quarta-feira.

O dono da chácara, de 29 anos, disse que ouviu alguém gritar que havia “um demônio” na casa. Ele estava com a mulher e a filha e teria avisado que estava armado. O policial teria desligado a energia e arrombado a porta, quando o chacareiro atirou. Segundo o boletim de ocorrência, amigos e parentes do policial que estiveram no Instituto Médico Legal disseram que ele sofreu um surto psicótico.

Valença ficou nacionalmente conhecido em outubro de 2016, na prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Operação Lava Jato. Ele apareceu em fotos escoltando Cunha e foi apelidado de Hipster da Federal e Lenhador da Federal. Desde então, passou a ganhar seguidores em seu perfil no Instagram, que passaram de 100 mil.

Equipe do INDEX