Conferimos: gasolina ‘entre as mais baratas do mundo’ é papo furado do Jair

Tem 90 países no mundo com a gasolina mais barata que a brasileira (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O presidente Jair disse no sábado, enquanto descansava de não se cansar muito, que o Brasil tem uma das gasolinas “mais baratas do mundo”. Não é verdade. Pelo menos 89 países têm a gasolina mais barata que o Brasil, como mostra o site Global Petrol Prices, que acompanha os preços mundiais e não é o grupo de zapzap do tiozão que usa calça camuflada.

Na segunda-feira (14 de março), o preço do litro de gasolina no Brasil era de US$ 1,305. Vamos comparar com alguns vizinhos sul-americanos: Paraguai, US$ 1,210; Argentina, US$ 0,970; Equador, US$ 0,67; Colômbia, US$ 0,626; Bolívia, US$ 0.545. Agora com países em guerra: Ucrânia, US$ 1,208; Rússia, US$ 0,431. Agora com países odiados pelos jairistas: Cuba, US$ 1,260; Venezuela, US$ 0,025 (mais barato do mundo).

Países com a gasolina mais barata que o Brasil (Fonte: globalpetrolprices.com)

Sim, no Principado de Mônaco é mais caro

“Ah, mas tem muitos países mais caros”. Claro, são 80 em que o combustível custa mais do que no Brasil. Só que a renda é muito maior em países como Alemanha, Áustria e Austrália. Ou no Principado de Mônaco. Ou seja, o preço pesa mais no bolso do brasileiro do que no desafortunado que vive no Principado de Mônaco. Isso é básico, mas o básico tende a ser ignorado em um país que elege o Jair.

Estaria mais barato por aqui se a Petrobras não tivesse adotado a paridade internacional de preços em 2016, no governo de Michel Temer, aquele que foi levado à presidência, entre outros, pelo Jair, que fez questão de homenagear um condenado ao votar pelo impeachment da presidente Dilma. Nunca nos esqueçamos que o então deputado homenageou um criminoso condenado pela Justiça ao votar para tirar o mandato legítimo de uma mulher que não tinha e não tem condenações. Além de ter exaltado um bandido, o Jair é corresponsável por todos os aumentos nos preços dos combustíveis desde 2016.

O Jair também não fala (e nem poderia) que a renda média do brasileiro registrada em 2020, segundo ano do seu governo, foi a pior da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada há oito anos. O rendimento mensal médio real caiu de R$ 2.292, em 2019, para R$ 2.213 em 2020. Os jairistas dirão que a culpa é da pandemia, aquela que o Jair se recusou a combater para não prejudicar a economia, deixando mais de 600 mil mortos e a economia nessa situação aí.

Leia mais: gasolina já subiu 157% desde que o Jair assumiu

Equipe INDEX