Com 176 mortos, tragédia em Petrópolis é a maior da história da cidade

Imagens de drone das áreas de deslizamento de encosta em Petrópolis (Foto: TV Brasil/Agência Bra

A tragédia provocada pelas chuvas da última semana em Petrópolis, na região serrana do Estado do Rio, com 176 mortos até o momento, é a maior da história da cidade. Segundo a prefeitura, a maior catástrofe anterior causada por temporais foi em 1988, com 171 mortes.

No ano passado, uma morte foi contabilizada em decorrência das chuvas. Os dados têm como fontes o Atlas Brasileiro de Desastres Naturais e a Secretaria de Defesa Civil do município.

Desaparecidos
Segundo a prefeitura de Petrópolis, 114 corpos tinham sido sepultados até a noite de domingo (20). O trabalho de identificação e liberação de cadáveres continua sendo feito pelo Instituto Médico Legal (IML). Mais de 100 pessoas estão desaparecidas. O temporal mais forte caiu no dia 15 de fevereiro, mas desde então a chuva voltou a atingir a cidade em diversas ocasiões.

Esta matéria foi publicada originalmente pela Agência Brasil, a agência de notícias do governo federal.